Por que ‘Vem, e Segue-Me’ de Doutrina e Convênios em 2021 será ‘mais do que a história da Igreja’, diz a presidência geral da Escola Dominical

Doutrina e Convênios é um livro de respostas. Muitas de suas revelações sagradas vieram em resposta a perguntas feitas em humilde oração.

Uma das primeiras seções que os santos dos últimos dias estudarão em janeiro no “Vem, e Segue-Me” é o relato de Joseph Smith sobre sua pergunta, a qual deu início à Restauração do evangelho — e sua experiência no Bosque Sagrado, onde o Pai Celestial e Jesus Cristo lhe apareceram.

Depois de concluir o estudo do evangelho em 2020, com o convite de Morôni de receber um testemunho pessoal da veracidade do Livro de Mórmon, as lições em Joseph Smith—História servirão “como o elo entre o Livro de Mórmon e aquele que recebeu a responsabilidade de trazê-lo à luz e traduzi-lo”, disse o presidente geral da Escola Dominical, Mark L. Pace.

A presidência geral da Escola Dominical (da esquerda para direita) Milton Camargo, primeiro conselheiro; Mark L. Pace, presidente; Jan E. Newman, segundo conselheiro.
A presidência geral da Escola Dominical (da esquerda para direita) Milton Camargo, primeiro conselheiro; Mark L. Pace, presidente; Jan E. Newman, segundo conselheiro. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Porque Joseph Smith cumpriu seu chamado profético, “o Senhor pôde trabalhar com os membros de Sua Igreja para restaurar Seu evangelho e levá-lo adiante”, comentou. “Doutrina e Convênios é a história do início da Restauração e somos abençoados por vivermos agora, conforme a Restauração continua.”

Com o início de um novo ano do “Vem, e Segue-Me” em janeiro, a presidência geral da Escola Dominical disse que espera que os santos dos últimos dias percebam que Doutrina e Convênios é “mais do que a história da Igreja”.

“São os ensinamentos de Jesus Cristo, por meio de Seu Profeta, e como dirigir e guiar Seu trabalho nesta dispensação”, afirmou o presidente Pace.

Aos pais, “gostaríamos de lembrá-los que, sua mesa está rodeada de investigadores”, acrescentou. “O testemunho é construído à medida que os filhos leem as escrituras, e o exemplo dos pais lendo as escrituras é muito poderoso para seus filhos. …

“A experiência reveladora pessoal que ocorrerá quando indivíduos lerem humildemente Doutrina e Convênios, e sentirem a influência do Espírito Santo confirmando a verdade, mudando corações e trazendo a conversão — isso é, indubitavelmente, a coisa mais importante que acontecerá.”

Terminando o Livro de Mórmon

Embora 2020 tenha sido um ano caracterizado pela pandemia global de COVID-19, “não foi um ano de sofrimento espiritual”, disse o presidente Pace. “O crescimento espiritual que ocorreu na vida dos santos dos últimos dias, como fizeram ao lerem o Livro de Mórmon com o ‘Vem, e Segue-Me’, foi notável.”

O poder do Livro de Mórmon na pandemia: Como os santos estão ‘prosperando espiritualmente’ em meio a desafios

Este ano, o Livro de Mórmon se tornou parte da vida diária dos membros, disse o irmão Milton Camargo, primeiro conselheiro na presidência geral da Escola Dominical. “Eles o estão lendo, se divertindo e compartilhando experiências espirituais”, disse referindo-se ao que viu nas redes sociais e em bate-papos com familiares e amigos.

Os membros também têm aplicado o Livro de Mórmon aos desafios atuais. Por exemplo, ao ler Mórmon falando sobre fé, esperança e caridade no meio de uma guerra, os membros estão comentando: “Estamos no meio de uma pandemia e temos de falar sobre fé, esperança e caridade, e abençoar a vida daqueles que talvez não possamos ver pessoalmente”, afirmou o irmão Camargo.

O irmão Jan E. Newman, segundo conselheiro na presidência geral da Escola Dominical, disse que seus pensamentos se voltaram para o Profeta Joseph ao estudar as doutrinas do Livro de Mórmon este ano. “Ele não poderia ter escrito este livro. … Estas são as palavras de antigos profetas traduzidas pelo dom e poder de Deus. Não tenho dúvida em minha mente.”

Joseph Smith, de 17 anos, é milagrosamente levado ao registro sagrado que Morôni, um antigo profeta americano, deixou para trás. As placas de ouro são uma compilação de registros antigos conhecidos hoje como O Livro de Mórmon: Outro Testamento de Jesus Cristo.
Joseph Smith, de 17 anos, é milagrosamente levado ao registro sagrado que Morôni, um antigo profeta americano, deixou para trás. As placas de ouro são uma compilação de registros antigos conhecidos hoje como O Livro de Mórmon: Outro Testamento de Jesus Cristo. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Durante este “ano do bicentenário”, que celebra os alicerces do evangelho restaurado, o irmão Newman relembrou: “O que deu início a tudo foi a Primeira Visão. Sem a Primeira Visão, não temos o Livro de Mórmon.”

Mergulhando em Doutrina e Convênios

Cerca de três anos antes do nascimento do Profeta Joseph, sua mãe, Lucy Mack Smith, adoeceu. “Não estava pronta para morrer porque não conhecia os caminhos de Cristo”, ela registrou em sua história. Suplicando ao Senhor que poupasse sua vida, “Fiz um convênio com Deus de que, se Ele me deixasse viver, eu me esforçaria para encontrar aquela religião que me permitiria servi-Lo corretamente.”

Uma pintura de Lucy Mack Smith por Sutcliffe Maudsley
Uma pintura de Lucy Mack Smith por Sutcliffe Maudsley Credit: Cortesia da Biblioteca de História da Igreja

Por último, Lucy escreveu que ouviu uma voz que dizia: “Buscai, e encontrareis … que se console vosso coração”. Desde então, “ganhei forças para continuar. … decidi que eu procuraria encontrar, com toda a diligência e assim que possível, uma pessoa piedosa que conhecesse os caminhos de Deus para me ensinar as coisas dos céus.”

A experiência citada por Lucy é um dos três trechos de “Vozes da Restauração”, encontrados na lição de Joseph Smith—História 1:26 do “Vem, e Segue-Me”. Também foram incluídos trechos de Joseph Smith e William Smith sobre a fé de seus pais.

Este contexto adicional encontrado em várias lições traz “um toque muito humano” ao manual de Doutrina e Convênios, disse o presidente Pace. “Ter citações e registros do diário de pessoas que vivenciaram aqueles momentos tornam toda a experiência mais íntima.”

Além dos trechos de “Vozes da Restauração”, a presidência geral da Escola Dominical incentivou os santos dos últimos dias a usarem o seguinte material para aprimorarem seu estudo:

  • Materiais Introdutórios — ideias para usar o manual “Vem, e Segue-Me” e melhorar o estudo pessoal e familiar das escrituras
  • Revelações em Contexto — uma coleção de ensaios sobre a história em torno das revelações contidas em Doutrina e Convênios
  • Santos” — uma narrativa da história da Igreja em vários volumes. Os Volumes 1 e 2 cobrem o mesmo período da história da Igreja que consta em Doutrina e Convênios
  • Tópicos da história da Igreja — artigos sobre as pessoas, artefatos e geografia, bem como outros eventos da história da Igreja
  • Outros recursos disponíveis na seção “Restauração e História da Igreja” do aplicativo da Biblioteca do Evangelho

O irmão Camargo sugeriu vermos as revelações e sua sequência como uma “jornada pelo evangelho”. Muitas das revelações são respostas a perguntas específicas — como: “O que o Senhor deseja que eu faça?” — e algumas das primeiras revelações abordam os princípios da revelação, o cumprimento dos mandamentos e a pregação do evangelho.

O Senhor não deu todos os detalhes sobre a Restauração de uma só vez, acrescentou o irmão Newman. “Houve muitas coisas que Ele permitiu que os santos descobrissem por si mesmos, e acho que é assim que o Senhor trabalha com Seus filhos. Ele não nos dá tudo mastigado. Ele nos dá princípios, doutrinas e permite ligarmos os pontos, e todos eles nos levam de volta ao Salvador.”

Doutrina e Convênios Seção 4.
Doutrina e Convênios Seção 4. Credit: Sydney Walker

Depois de estudarem Joseph Smith—História e todas as 138 seções de Doutrina e Convênios, os santos dos últimos dias concluirão o estudo do evangelho em 2021 com as Regras de Fé, as Declarações Oficiais 1 e 2, e “A Família: Proclamação ao Mundo”.

A mais recente proclamação, “A Restauração da Plenitude do Evangelho de Jesus Cristo”, lida pelo Presidente Russell M. Nelson durante a Conferência Geral de Abril de 2020, está incluída no Apêndice.

O presidente Pace disse que espera que os membros da Igreja “não tenham muita pressa” e que estudem no ritmo recomendado pelo “Vem, e Segue-Me”. Ele também espera que eles se lembrem da orientação do Presidente Nelson de estudar o Livro de Mórmon todos os dias.