4 coisas que bispados são incentivados a fazer em janeiro para ajudar os jovens a progredirem

As presidências gerais dos Rapazes e Moças estão incentivando bispados a trabalharem com os líderes dos jovens das alas para completarem quatro ações neste mês, a fim de ajudar os jovens a progredirem no caminho do convênio.

De acordo com um comunicado enviado aos líderes gerais e locais na quarta-feira, dia 13 janeiro, os bispados são incentivados a fazer o seguinte no começo do ano, de preferência em janeiro:

  • Ordenar todos os rapazes dignos que completarão 12, 14 e 16 anos de idade ao ofício do sacerdócio apropriado.
  • Revisar a organização das classes das Moças com a presidência das Moças. Ajustá-las de acordo com as necessidades das jovens.
  • Quando necessário, chamar, designar e orientar novas presidências de quóruns e classes. Com a ajuda de líderes adultos e consultores, certificar-se de que as presidências de quóruns e classes recebam as cinco lições de liderança disponíveis na Biblioteca do Evangelho.
  • Emitir recomendações para o templo de uso limitado para jovens dignos que completarão 12 anos de idade. Quando necessário, renovar recomendações de outros jovens dignos. Incentivar todos os jovens a participarem das ordenanças do templo, onde for possível.

O bispado e a presidência das Moças devem trabalhar com o secretário da ala para garantir que os registros da Igreja estejam atualizados.

As presidências gerais dos Rapazes e Moças também incentivam o quórum do Sacerdócio Aarônico, as presidências das classes das Moças e os conselhos de jovens da ala a começarem a organizar as atividades do verão para os jovens, conforme diretrizes e circunstâncias de saúde, locais e da Igreja, permitam. O comitê de liderança de jovens da estaca também pode ajudar no planejamento destas atividades.

De acordo com o comunicado, “estas ações podem aumentar consideravelmente a fé, a retenção e a participação dos jovens, abençoando, tanto a si próprios, como a suas famílias.”