BYU anuncia formação de novo Escritório de Inclusão

Kevin J. Worthen, presidente da Universidade Brigham Young (BYU), anunciou nesta segunda-feira, dia 23 de agosto, a formação de um novo Escritório de Inclusão na universidade, liderado por um oficial com nível de vice-presidente, que fará parte do conselho do presidente.

O novo escritório se concentrará em ajudar os membros do campus a criarem uma comunidade de inclusão, como apresentada em uma declaração recém-criada sobre o assunto, além de coordenar e aprimorar os serviços e esforços de inclusão no campus, de acordo com um comunicado da BYU à imprensa.

O anúncio do novo Escritório de Inclusão segue um relatório detalhado do Committee on Race, Equity and Belonging [Comitê de Raça, Igualdade e Inclusão] da BYU [em inglês], concluído em fevereiro.

Expressando agradecimento aos membros deste comitê por terem respondido ao pedido “para revisar os processos, leis e atitudes organizacionais em relação ao racismo e erradicá-los de uma vez por todas”, presidente Worthen disse que o conselho do presidente determinou, a partir do relatório, que o primeiro passo necessário seria estabelecer uma estrutura para avaliar as várias recomendações.

“A estrutura não apenas forneceria princípios orientadores para avaliarmos as recomendações e medirmos nosso progresso, mas também estabeleceria uma visão do nosso objetivo final — o que esperamos que nossa comunidade do campus se torne”, disse ele.

A declaração resultante sobre a inclusão fornecerá “a constituição, digamos assim, para nossos esforços”, e será “o guia para atendermos às necessidades de todos os indivíduos marginalizados no campus.”

Declaração sobre inclusão

“Somos unidos por nossa identidade primária comum como filhos de Deus (Atos 17:29; Salmos 82: 6) e nosso compromisso com as verdades do evangelho restaurado de Jesus Cristo (Declaração da Missão da BYU). Nos esforçamos para criar uma comunidade de inclusão, composta por alunos, professores e funcionários, cujos corações estão entrelaçados em amor (Mosias 18:21), na qual:

  • “Todos os relacionamentos refletem o divino amor de Deus e uma preocupação genuína e carinhosa com o bem-estar de nosso próximo (Declaração de Missão da BYU);
  • “Valorizamos e aceitamos a variedade de características individuais, experiências de vida e circunstâncias, perspectivas, talentos e dons de cada membro da comunidade, assim como a riqueza e força que cada um deles traz para nossa comunidade (1 Coríntios 12: 12-27);
  • “Nossas interações criam e apoiam um ambiente de inclusão (Efésios 2:19); e
  • “A plena realização do potencial divino de cada aluno é o nosso foco central (Declaração de missão da BYU).”

Detalhes adicionais sobre o Escritório de Inclusão e a nomeação de um novo vice-presidente serão divulgados em breve.