Como conferências FSY são uma âncora para o programa Crianças e Jovens

A partir de 2022, os jovens de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias de todo o mundo terão uma experiência unificada ao participarem das conferências Para o Vigor da Juventude (FSY) [em inglês] como a âncora para o programa Crianças e Jovens.

Essa experiência unificada está vindo mais tarde do que o esperado devido à pandemia de COVID-19, mas o atraso não diminui sua importância ou papel.

Um começo lento, porém forte

Os jovens fora dos Estados Unidos e do Canadá já participam das conferências FSY há anos. Em preparação para o lançamento no próximo ano, alguns jovens nos Estados Unidos e no Canadá participaram de conferências-piloto. 

Um grupo participou de uma conferência FSY no campus da Universidade Brigham Young em agosto passado. Membros da presidência geral das Moças e dos Rapazes estiveram presentes na conferência para ensinarem e aprenderem com os jovens. 

Bonnie H. Cordon, presidente geral das Moças, discursa para as jovens em uma conferência Para o Vigor da Juventude na Universidade Brigham Young no dia 12 de agosto de 2021.
Bonnie H. Cordon, presidente geral das Moças, discursa para as jovens em uma conferência Para o Vigor da Juventude na Universidade Brigham Young no dia 12 de agosto de 2021. Crédito: Jon Ryan Jensen

“É divertido orientá-los durante esses cinco dias, à medida que seu entendimento sobre o Salvador aumenta”, disse Bonnie H. Cordon, presidente geral das Moças. 

Em contraste com as conferências tradicionais para jovens, as conferências FSY permitem que rapazes e moças participem durante o mesmo ano em que os colegas de sua ala ou estaca, mas não exige que eles participem juntos como ala ou estaca. 

“Isto significa que eles se conectarão em um nível diferente quando estiverem juntos como ala”, disse a presidente Cordon. “Eles perguntarão um ao outro o que aprenderam e compartilharão experiências únicas.” 

As expectativas certas

Whitney Fillmore é natural de Gana e agora vive em Utah. A jovem de 18 anos tinha primos que haviam participado de conferências FSY e a incentivaram a fazer o mesmo. Ela disse que isso fez uma grande diferença em sua vida e na de seus primos. 

“Após a conferência FSY, eles queriam compartilhar mais coisas em nossas noites familiares e quando estávamos com nossos parentes”, disse ela. “Eles foram melhores exemplos de viver o evangelho do que haviam sido antes de participarem da conferência.”

A presidente Cordon disse que não demora muito para os jovens reconhecerem o Espírito Santo quando estão no ambiente certo.

“É comovente ver quão rapidamente o Espírito pode abrir o coração, à medida que eles escolhem agir de acordo com as inspirações que estão recebendo”, disse a presidente Cordon. 

Jovens ouvem um devocional na conferência Para o Vigor da Juventude na Universidade Brigham Young no dia 12 de agosto de 2021.
Jovens ouvem um devocional na conferência Para o Vigor da Juventude na Universidade Brigham Young no dia 12 de agosto de 2021. Crédito: Jon Ryan Jensen

O ambiente é uma parte do sucesso das conferências FSY. Os padrões ensinados nesse ambiente são outros, de acordo com o irmão Bradley R. Wilcox, segundo conselheiro na presidência geral dos Rapazes. 

“Muitos desses jovens nunca leram as escrituras regularmente por mais de um dia”, disse o irmão Wilcox. “Ter essa oportunidade de ler as escrituras e compartilhar o que estão aprendendo com um grupo de colegas estabelece um padrão que pode ser mantido.” 

Cooper White, um rapaz de 15 anos de idade de Draper, Utah, concordou com o irmão Wilcox, quando lhe perguntaram qual parte da conferência FSY teria mais impacto sobre ele quando voltasse para casa. 

“Gostei muito de termos estudado as escrituras todas as manhãs por uma hora”, disse ele. “Foi uma ótima experiência. É algo que continuarei a fazer em casa.”

Ser convidado a estudar as escrituras não era um conceito novo para White. Mas fazer isso com colegas e ouvir suas perspectivas sobre o que haviam estudado o ajudaram a ver as escrituras de uma maneira diferente. 

O irmão Wilcox disse que esse tipo de aprendizado vem além das aulas, devocionais, serviço ao próximo e outras atividades das quais os jovens participam durante as conferências FSY. 

“Eles têm a oportunidade não apenas de aprender com professores e consultores dinâmicos, mas também de estabelecer um padrão de estudo pessoal durante toda a semana”, disse o irmão Wilcox. 

Uma parte essencial do Programa Crianças e Jovens

Fillmore queria estar em um ambiente onde pudesse apreciar mais as escrituras ao participar da conferência FSY. “Eu queria aprender como estudar mais as escrituras e compreender o propósito de estudá-las”, disse ela. 

Cada moça ou rapaz vem com metas e esperanças pessoais. No entanto, o irmão Wilcox disse que seu crescimento pessoal é mais do que atingir metas. “Muitos jovens pensam que o desenvolvimento pessoal é apenas uma questão de estabelecer metas”, disse ele. “Nas conferências FSY, eles aprendem que se trata de receber revelação pessoal. Não é: ‘O que o livro diz que devo fazer?’ Mas sim: ‘O que Deus está me dizendo que devo fazer?’”

Essa é a razão pela qual as conferências FSY desempenham um papel tão essencial com o programa Crianças e Jovens, disse o irmão Wilcox. É por isso que pais e líderes precisam ressaltar sua importância para os jovens. “Esta conferência precisa se tornar uma prioridade acima de tudo porque terá um impacto sobre tudo”, disse ele. “Os pais precisam enxergá-la, não apenas como um acompanhamento em um bufê. Não, ela é o prato principal. Os pais devem incentivar seus filhos a participarem.”

Embora as conferências FSY só aconteçam uma vez a cada dois anos para a maioria dos jovens, elas ajudam a estabelecer o alicerce para a participação no programa. “As conferências FSY não são atividades adicionais ao programa, disse o irmão Wilcox. “Elas são, literalmente, o centro do programa. Elas são uma parte essencial do programa.” 

Rapazes dirigem-se às aulas em uma conferência Para o Vigor da Juventude na Universidade Brigham Young no dia 12 de agosto de 2021.
Rapazes dirigem-se às aulas em uma conferência Para o Vigor da Juventude na Universidade Brigham Young no dia 12 de agosto de 2021. Crédito: Jon Ryan Jensen

Corações entrelaçados

Ao se inscrever, cada rapaz ou moça é designado a um grupo de outros jovens com os quais passará a semana. À medida que estudam individualmente e juntos, os jovens têm muitas oportunidades de compartilharem seus sentimentos e pensamentos sobre o que leem. “Percebi que, para alguns jovens, o primeiro dia de compartilhamento foi um pouco assustador”, disse a presidente Cordon. “Mas com a chegada do quarto dia, eles percebem que é um lugar seguro, e as pessoas estão compartilhando como conhecem o Salvador, o que é algo muito terno de se presenciar.” 

Após uma semana de estudo, aprendizado, serviço, canto, oração e dança juntos, cada grupo é mais do que apenas vários jovens individualmente. “Seus corações começam a se entrelaçar”, disse a presidente Cordon. “E todos eles choram ao partir no sábado, porque fizeram novos amigos, riram muito, se divertiram muito, entenderam melhor as escrituras e ouviram a voz do Senhor.”

Fillmore disse que viu jovens compartilhando experiências uns com os outros, embora ainda não tivessem se conhecido antes da conferência FSY. “Estamos todos aqui com um único propósito, que é o de nos aproximarmos do Espírito”, disse ela. 

A presidente Cordon disse que vê isto como parte da jornada pessoal de cada indivíduo, com a ajuda de outras pessoas com objetivos semelhantes. “Acima de tudo, eles se achegaram ao Salvador com novos amigos durante cinco dias”, disse a presidente Cordon. 

Um grupo de moças recebe instrução em uma conferência Para o Vigor da Juventude na Universidade Brigham Young no dia 12 de agosto de 2021.
Um grupo de moças recebe instrução em uma conferência Para o Vigor da Juventude na Universidade Brigham Young no dia 12 de agosto de 2021. Crédito: Jon Ryan Jensen

Fillmore disse que vê esse propósito maior após uma semana em uma conferência FSY. “O Pai Celestial realmente quer que participemos das conferências FSY porque Ele nos ama e deseja que expandamos nosso conhecimento sobre as coisas que já sabemos”, disse ela. “Eu amo a conferência FSY. Ela é muito divertida e espiritual.” 

Quanto a White, ele não tinha certeza do que esperar a respeito da conferência FSY. “Cheguei a pensar que seria como passar o dia inteiro em uma aula da Escola Dominical, disse ele. “No final do primeiro dia, conclui que a conferência não era o que eu esperava. Era muito melhor.”

E para aqueles que, como ele, não têm certeza se devem participar? “Eu definitivamente recomendo fazê-lo — 100%.”