Últimas atualizações: 11 templos nos E.U.A. passam a oferecer todas as ordenanças vicárias, incluindo 6 em Utah

Onze templos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias nos Estados Unidos — seis em Utah, dois no Texas, e um em Idaho, Nevada e Novo México, respectivamente — são os mais recentes a reiniciar todas as ordenanças vicárias.

Depois de fechar todos os templos ao redor do mundo no início de março de 2020 devido à pandemia de COVID-19, a Igreja continua a reabrir seus templos e reiniciar operações em um processo cuidadoso e cauteloso de quatro fases.

Com as últimas atualizações dos templos, publicadas na terça-feira, dia 15 de junho, os 11 templos mencionados acima passaram à Fase 3, conforme recentemente anunciado sobre os 60 templos que passarão a oferecer todas as ordenanças vicárias a partir de junho ou julho.

Passando para a Fase 3 esta semana:

  • Templo de Albuquerque Novo México
  • Templo de Bountiful Utah
  • Templo de Cedar City Utah
  • Templo de Dallas Texas
  • Templo de Las Vegas Nevada
  • Templo de Logan Utah
  • Templo de Provo City Center
  • Templo de Provo Utah
  • Templo de San Antonio Texas
  • Templo de St. George Utah
  • Templo de Twin Falls Idaho

Com o Templo de St. George recebendo a designação da Fase 3, apesar de estar fechado para renovações, membros que residem no distrito deste templo podem utilizar o sistema online para agendar, no templo mais próximo, um horário para realizar as ordenanças.

Conforme previamente anunciado e passando à Fase 2-B no dia 21 de junho:

  • Templo de Freiberg Alemanha  
  • Templo de Ciudad Juárez México  
  • Templo de Colonia Juárez Chihuahua México  
  • Templo de Villahermosa México  
  • Templo de St. Paul Minnesota  
  • Templo de Manhattan Nova York  
  • Templo de Detroit Michigan  
  • Templo de Fort Lauderdale Flórida  
  • Templo de Orlando Flórida  
  • Templo de Lima Peru  

E tendo suas operações pausadas temporariamente devido às condições e precauções locais referentes à COVID-19:

  • Templo de Arqueipa Peru
  • Templo de Santiago Chile
Aqui está o que você precisa saber sobre os 60 templos que começarão a oferecer todas as ordenanças vicárias a partir de junho ou julho.  

No final de maio, a Igreja anunciou que 60 templos passariam à Fase 3 em algum momento, durante os meses de junho ou julho, oferecendo todas as ordenanças vicárias. Até hoje, 25 templos passaram a tal nível de operações, com os outros 35 ainda aguardando suas datas a serem anunciadas com a mudança para a Fase 3. Entre estes, estão:

Área Caribe: Templo de Port-au-Prince Haiti.

Área América Central: Templos da Cidade do Panamá Panamá e Tegucigalpa Honduras.

Área América do Norte Central: Templos de Billings Montana, Boise Idaho, Idaho Falls Idaho, Meridian Idaho, Nauvoo Illinois, Rexburg Idaho e Star Valley Wyoming. 

Área América do Norte Noroeste: Templo de Montreal Quebec. 

Área América do Norte Sudeste: Templo de Birmingham Alabama.

Área América do Norte Sudoeste: Templos de Gilbert Arizona, Houston Texas, Monticello Utah, Phoenix Arizona, Snowflake Arizona, Gila Valley Arizona, Templo de Tucson Arizona, assim como o distrito do templo de Mesa Arizona.  

Área América do Norte Oeste: Templos de Fresno Califórnia, Los Angeles Califórnia, Newport Beach Califórnia, Oakland Califórnia, Redlands Califórnia, Sacramento Califórnia San Diego Califórnia  

Área Utah: Templos de Draper Utah, Jordan River Utah, Manti Utah, Mount Timpanogos Utah, Oquirrh Mountain Utah, Payson Utah, Vernal Utah, assim como o distrito do templo de Salt Lake.

A Fase 1 permite selamentos próprios de marido e mulher limitados por agendamento, enquanto a Fase 2 permite esses selamentos, bem como todas as outras ordenanças próprias, também por agendamento. A Fase 2-B permite todas as ordenanças próprias e batismos vicários, por agendamento. A Fase 3 inclui o mesmo das duas primeiras fases, mais a realização das ordenanças vicárias do templo.

Controle do status de reabertura dos templos — até dia 21 de junho 2021

Com as últimas mudanças anunciadas, a Igreja terá — a partir do dia 21 de junho — a seguinte divisão de seus 168 templos dedicados:

  • 51 operando na Fase 3
  • 80 operando na Fase 2-B
  • 18 operando na Fase 2
  • 2 operando na Fase 1
  • 8 “pausados” — 3 na Fase 3, 2 na Fase 2-B, 3 na Fase 2
  • 1 ainda fechado
  • 8 fechados para grandes reformas — 2 distritos designados à Fase 3 e 4 à Fase 2-B.

Até o final de julho, pelo menos 139 dos 168 templos da Igreja dedicados através do mundo — ou 82,7% — serão designados para o trabalho vicário.

Os membros residindo nos distritos dos templo passando à Fase 3 ou 2-B, receberão uma notificação com a data de início das novas operações, e poderão começar a agendar as ordenanças via online, na página com informações de seus respectivos templos, em  churchofjesuschrist.org,  uma semana antes da data de reabertura.

O único templo da Igreja ainda fechado devido à pandemia de COVID-19 é o Templo de Kiev Ucrânia.

Uma lista por Área da situação atual de cada um dos 168 templos dedicados da Igreja está disponível no controle do status de reabertura dos templos do Church News. Ao clicar no nome de um templo no controle de status de dos templos, o usuário é conduzido à página de informação referente ao templo selecionado no site temples.ChurchofJesusChrist.org, onde ordenanças vicárias podem ser agendadas online.

Fechamentos e reaberturas

Desde o início de maio, a Igreja começou a anunciar semanalmente quais templos passariam para a Fase 1, 2 ou 3 na semana seguinte.

Nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2020, quatro templos da Igreja nas Áreas Ásia e Ásia Norte fecharam devido à pandemia em desenvolvimento. No final daquele mês, 24 templos haviam sido fechados.

No dia 24 de março de 2020, um mês após os primeiros fechamentos, o número de templos fechados por causa da pandemia havia chegado a 111. Um dia depois, a Primeira Presidência anunciou o fechamento de todos os templos em funcionamento no mundo inteiro.

Os templos permaneceram fechados por seis semanas, até que a Primeira Presidência anunciou “uma reabertura dos templos cuidadosamente coordenada, cautelosa e gradual” no dia 7 de maio de 2020. Menos de uma semana depois, no dia 11 de maio, um grupo de 17 templos se tornaram os primeiros a abrirem na Fase 1, realizando selamentos próprios de marido e mulher limitados por agendamento.

Em uma carta do dia 20 de julho de 2020, a Primeira Presidência anunciou mudanças, tanto na cerimônia de investidura do templo, quanto no início dos templos que seriam reabertos e avançariam para a Fase 2. Sete dias depois, no dia 27 de julho, os primeiros 12 templos que estavam passando para a Fase 2 começaram a realizar novamente todas as ordenanças próprias do templo, por agendamento.

No dia 7 de dezembro de 2020, a Primeira Presidência identificou quatro templos como os primeiros a avançarem para a Fase 3 do plano de reabertura de quatro fases da Igreja, já no dia 21 de dezembro. Em 21 de dezembro, o Templo de Taipei Taiwan foi o primeiro a ter ordenanças vicárias e próprias sendo realizadas de forma limitada.

Quatro fases de reabertura

As quatro fases do plano de reabertura da Igreja são as seguintes:

  • Fase 1: Abertura apenas para selamentos próprios, restritos. Os oficiantes do templo realizarão selamentos próprios apenas para membros que já receberam a investidura, sob rigorosas diretrizes e precauções de segurança.
  • Fase 2: Abertura apenas para a realização de todas as ordenanças próprias. Os oficiantes do templo realizarão todas as ordenanças do templo para pessoas vivas, mas manterão fechados os alojamentos, vestiários e refeitórios.
  • Fase 2-B: Todas as ordenanças próprias e batismos vicários. O batistério do templo está aberto para pequenos grupos — particularmente para membros com recomendação limitada.
  • Fase 3: Abertura para todas as ordenanças, com restrições. Os oficiantes do templo continuarão realizando ordenanças para pessoas vivas e ordenanças vicárias para antepassados, de forma restrita. A Igreja reabrirá os serviços de alojamentos, vestiários e refeitórios, conforme necessário.
  • Fase 4: Abertura para o pleno funcionamento. A Igreja reiniciará o funcionamento regular dos templos.