Templos em todo o mundo: Retorno de visitações públicas, dedicações e rededicações

Setembro de 2021 marca 19 meses desde que o último templo de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foi dedicado, 18 meses desde que a Igreja fechou todos os 168 templos em funcionamento em todo o mundo devido à pandemia de COVID-19, e 16 meses desde o início de uma reabertura cuidadosa e gradual dos templos fechados.

E agora, setembro de 2021 marca o início de um tão esperado retorno às visitações públicas de templos, que precedem as primeiras dedicações e rededicações agendadas. E uma semana após início do novo mês, quase 94% dos templos reabertos estão oferecendo pelo menos algumas ordenanças vicárias, além de todas as ordenanças próprias.

Uma recapitulação de datas passadas:

Bokan e sua irmã, Awande Tshabalala, participam da dedicação do Templo de Durban África do Sul em Umhlanga, África do Sul, no domingo, dia 16 de fevereiro de 2020.
Bokan e sua irmã, Awande Tshabalala, participam da dedicação do Templo de Durban África do Sul em Umhlanga, África do Sul, no domingo, dia 16 de fevereiro de 2020. Credit: Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News
  • O Templo de Durban África do Sul foi o último a ser dedicado, no dia 16 de fevereiro de 2020.
  • Uma semana depois, os templos de Taiwan Taipei e Seul Coreia foram os primeiros a fechar por causa da pandemia; após o fechamento de muitos outros no mês seguinte, a Primeira Presidência anunciou que todos os templos seriam fechados no final do dia 25 de março de 2020.  
  • No dia 7 de maio de 2020, a Primeira Presidência anunciou uma reabertura dos templos em quatro fases; no dia 11 de maio, os primeiros 17 templos reabriram na Fase 1, oferecendo selamentos próprios de marido e mulher.
Ilustração do Templo de Pocatello Idaho.
Ilustração do Templo de Pocatello Idaho. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Avançando rapidamente para segunda-feira, temos o dia 13 de setembro, quando o Templo de Pocatello Idaho começa a realizar tours para representantes da mídia, marcando o início de seu período de visitação pública — a primeira desde Durban no início de 2020. A visitação pública geral funciona de sábado, 18 de setembro, até sábado, 23 de outubro, exceto aos domingos e nos dias 2 e 3 de outubro devido à conferência geral.

Presidente M. Russell Ballard, Presidente em Exercício do Quórum dos Doze Apóstolos, dedicará o templo no dia 7 de novembro.

Uma ilustração do exterior do Templo de Winnipeg Manitoba.
Uma ilustração do exterior do Templo de Winnipeg Manitoba. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

O Templo Winnipeg Manitoba segue com sua visitação pública no mês seguinte, de sábado, 9 de outubro, até sábado, 23 de outubro, excluindo dois domingos, 10 e 17 de outubro, e segunda-feira, 11 de outubro, que é o feriado do Dia de Ação de Graças do Canadá.

O templo de Winnipeg será o próximo a ser dedicado — e o 169º da Igreja em geral — já que sua dedicação no dia 31 de outubro por Élder Gerrit W. Gong, do Quórum dos Doze Apóstolos, ocorrerá uma semana antes da dedicação do templo de Pocatello.

O Templo de Washington D.C. fotografado em julho de 2021.
O Templo de Washington D.C. fotografado em julho de 2021. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Rededicações de templos recentemente renovados foram agendadas. Presidente Dallin H. Oaks, primeiro conselheiro na Primeira Presidência, presidirá a rededicação do Templo de Mesa Arizona no dia 12 de dezembro, com sua visitação pública programada para meados de outubro a meados de novembro. Além disso, a rededicação do Templo de Washington D.C será realizada no dia 19 de junho de 2022,  com sua visitação pública programada para o fim de abril até o começo de junho.

A pandemia forçou o adiamento das dedicações programadas para 2020 dos templos de Winnipeg Manitoba e do Rio de Janeiro Brasil, além da rededicação do templo de Washington D.C. Destes, apenas as datas para o Templo do Rio de Janeiro ainda não foram remarcadas.

Ilustração do exterior do Templo de Nairobi Quênia.
Ilustração do exterior do Templo de Nairobi Quênia. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Além desses três templos concluídos, a Igreja tem atualmente outros 40 templos em construção, após as recentes aberturas de terra dos templos de Neiafu Tonga e Nairóbi Quênia, realizadas no sábado, dia 11 de setembro. Mais três estão prontos para serem construídos, com a abertura de terra agendada para o Templo de Phnom Penh Camboja e outros dois no dia 9 de outubro — os templos de Casper Wyoming e Pago Pago Samoa Americana.

Com a conclusão das renovações dos templos de Mesa e Washington D.C., mais seis templos estão em reforma, aos quais se juntará o Templo Manti Utah, que está programado para fechar no dia 1º de outubro.

Até o momento, a Igreja tem a seguinte divisão de seus 168 templos dedicados:

  • 140 operando na Fase 3, oferecendo todas as ordenanças próprias e vicárias.
  • 7 operando na Fase 2-B, oferecendo todas as ordenanças próprias e batismos vicários.
  • 6 operando na Fase 2, oferecendo todas as ordenanças próprias.
  • 2 operando na Fase 1, oferecendo selamentos próprios de marido e mulher.
  • 5 “pausados” por causa das condições locais da pandemia de COVID-19 — 4 na Fase 3, 1 na Fase 2.
  • 8 fechados para grandes reformas — 6 distritos designados como Fase 3.

Somando-se todos os templos atuais e projetados, e os distritos operando na Fase 3, incluindo os que estão pausados, 150 dos 168 templos da Igreja — ou 89,3% — estão agora designados para oferecerem todas as ordenanças próprias e vicárias.

Com os templos operando ou projetados para iniciarem a Fase 2-B, oferecendo as ordenanças de batismos e confirmações vicárias, 157 dos 168 templos da Igreja — ou 93,5% — estarão oferecendo pelo menos algumas das ordenanças vicárias, além de todas as ordenanças próprias até o final deste mês.